Noticiário
Ano IV - n. 17 - julho / setembro, 2012

 
A Nova Configuração da Indústria Mundial

       

       
        O Estado de S. Paulo publicou interessante comentário da autoria da economista Patrícia Marrone do livro Trade in intermediate goods and service, de S. Miroudot patrocinado pela OCDE no qual indica que, no comércio total de bens  industriais os componentes e semi-acabados correspondem a 56%. Essa nova configuração do setor industrial, até muito recentemente, era fenômeno limitado praticamente à indústria automobilística. Na medida em que se acirrou a concorrência, notadamente em decorrência do ingresso dos novos parceiros asiáticos, os granes produtores de veículos automotores especializaram as várias unidades que cada uma delas havia espalhado por diversos países. Esse nível de especialização chegou a tal ponto que mesmo no caso brasileiro todos os principais componentes de determinados modelos são produzidos em outras nações, limitando-se as fábricas locais a montá-los.
       
        A articulista assinala que “a indústria dos grandes países desenvolvidos vem apresentando participações crescentes de produtos intermediários em suas exportações e também importações decrescentes destes, enquanto grandes países em desenvolvimento têm apresentado movimento no sentido inverso. China e México são os mais integrados em cadeias produtivas globais. Conforme a OCDE, de 1995 para 2010, os produtos intermediários saltaram de 68% para 77% da pauta de importações chinesa.”
       
        Dessa análise, Patrícia Marrone aponta o caminho que deveríamos trilhar em matéria de política industrial: “estimular a inovação em produtos, estimular a especialização em estágios de produção nos quais o valor adicionado possa ser ampliado internamente e melhorar as condições para que as cadeias industriais busquem maior participação da indústria nacional no contexto global.”
       
        Em suma: ao contrário da perpetuação do modelo autárquico e da busca de formas de protecionismo, que possam escapar à censura da OMC como sonham os “desenvolvimentistas”, crescente integração à indústria mundial globalizada.

OUTROS NOTICIÁRIOS
 
Recuperação econômica do Iraque

Internet no Mundo

 
# Sumários das edições da Revista On-Line Liberdade e Cidadania:  Ed. n. 01 , 02 , 03, 04, 05, 06, 07, 08, 09, 10, 11, 12, 13, 14 , 15, 16, 17, 18 
Revista On-Line Liberdade e Cidadania - Registro ISSN Nº 1983-9162
w w w . f l c . o r g . b r / r e v i s t a

Copyright © 2012 - Fundação Liberdade e Cidadania - Todos os direitos reservados
Senado Federal - Anexo I - 26° andar - Brasília - DF - CEP 70.165-900
Tel.: (61) 3311-4273 / Fax: (61) 3223-6201
[email protected]