04/12/2013

Emendas de parlamentares ao Orçamento de 2014 somam R$ 8,7 bilhões


 

 

 

 

 

Luciano Nascimento

Da Agência Brasil

 

 
 

 

O valor das emendas individuais ao Orçamento de 2014 solicitadas pelos deputados totalizou R$ 8,7 bilhões. Foram encaminhadas até a última segunda-feira(2), prazo final para apresentação, 8.388 emendas. A previsão é que o relatório final seja votado no próximo dia 19.

 

 

Como políticos usam o dinheiro público

 

24.jul.2013 – O ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, divulgou nota nesta quarta-feira (24) justificando a ida da mulher e do filho à Cuba, durante o Carnaval deste ano, com o avião da Força Aérea Brasileira (FAB). No documento, ele explicou que foi à capital cubana a trabalho, mas continuou sem justificar as atividades realizadas pela mulher e pelo filho durante o feriado Leia mais Caio Guatelli/Folha Imagem

 

A área para onde foi destinada a maioria dos recursos (51%) das emendas, com R$ 4,4 bilhões, foi a saúde. Obras de planejamento e desenvolvimento urbano, como melhorias em ruas e construção de praças, são o segundo destino das emendas individuais, com R$ 1,29 bilhão em recursos.

 

De acordo com o relatório preliminar da Lei Orçamentária Anual, aprovado em novembro, cada parlamentar tem R$ 14,68 milhões para apresentar em emendas individuais ao Orçamento de 2014, sendo R$ 7,34 milhões necessariamente para saúde, incluídas despesas de custeio, como pagamento de água e luz e excluídos o pagamento de pessoal e os encargos sociais, como o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

 

Do total de emendas de despesa, foram 7.776 individuais e 612 coletivas (474 das bancadas estaduais e 138 das comissões da Câmara e do Senado). Outras 237 emendas apresentadas buscam alterar o texto da proposta sem modificar recursos orçamentários.