29/10/2018

Dois vice-governadores do Democratas são eleitos no segundo turno


O segundo turno das eleições de 2018 elegeu dois vice-governadores do Democratas: o atual líder do partido na Câmara, Rodrigo Garcia, venceu a campanha para o governo de São Paulo ao lado do candidato eleito João Doria (PSDB); já em Mato Grosso do Sul, o presidente do diretório regional do partido, Murilo Zauith, se elegeu na chapa de Reinaldo Azambuja (PSDB).

Em São Paulo, maior colégio eleitoral do país, a chapa de João Doria e Rodrigo Garcia recebeu 10.990.160 votos (51,77%). Garcia é advogado, empresário, e exerce seu segundo mandato como deputado federal. Nascido em Tanabi, município paulistano, Rodrigo Garcia foi deputado estadual por três mandatos e secretário de Desenvolvimento Social, de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia e de Habitação do Estado de São Paulo.

No Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja e Murilo Zauith acumularam 677.310 votos (52,35%). Zauith é empresário e já exerceu os cargos de deputado estadual e federal. Em 2011, assumiu a Prefeitura de Dourados, município do estado com cerca de 220 mil habitantes.

vice-governadores

Eleições 2018

Com o resultado, o Democratas comemora a vitória de 29 deputados federais, 53 deputados estaduais, dois governadores e dois vice-governadores eleitos no pleito deste ano. Todos os números são maiores que os contabilizados em 2014, quando aconteceu a última eleição para os cargos majoritários e proporcionais.

No primeiro turno, por exemplo, Ronaldo Caiado (GO) foi eleito governador de Goiás com 1.773.185 votos (59,73%). Já em Mato Grosso, o candidato Mauro Mendes (MT) somou 840.094 votos (58,69%). Em 2014, apesar de ter disputado os governos da Bahia, com Paulo Souto (BA), e do Acre, com Tião Bocalom (AC), a legenda não conseguiu eleger nenhum dos candidatos lançados.

Já na Câmara dos Deputados, o Democratas elegeu oito parlamentares a mais em 2018 na comparação com o quadro de 2014 – quando o partido conquistou 21 cadeiras. Com a nova composição, a legenda terá representantes de 16 estados na Câmara em 2019.